o seu email

*Preencha correctamente.

*Preencha correctamente.

SUCESSO NO ENVIO

A subscrição da newsletter foi efectuada com sucesso. Obrigado!

Fechar esta notificação

ERRO NO ENVIO

Pedimos desculpa, mas não foi possível efectuar a subscrição.

Agradecemos, por favor, que volte a tentar.

Fechar e voltar a tentar
Torne-se Editor do VerPortugal

História

Carrazeda de Ansiães começou a ser povoada mesmo antes da fundação de Portugal. Os vestígios mais remotos, como antas e pinturas rupestres, são da Pré-História e do Neolítico. Estes confirmam, assim, a existência de povoação já nessa época.

A toponímia de várias freguesias do concelho advém do período Calcolítico, da Idade do Bronze e da Idade do Ferro.

Seguidamente, os romanos ocuparam esta região, restando ainda vestígios de uma villa. A sua ocupação trouxe inúmeros benefícios ao concelho com a construção de estradas, vias e pontes. Foi durante a permanência romana no concelho que Carrazeda de Ansiães se tornou cidade, designando-se por “Aquas Quintianas”.

Com a chegada dos povos Bárbaros e Suevos, o concelho ficou administrativamente incluído no “Pagus Auneco”, dando lugar, posteriormente, ao “Valiato de Alfândica”.

A vinda dos Árabes para Portugal, fez com que Ansiães se tornasse um ponto estratégico de excelência. Assim, no século XI, Fernando Magno outorgou-lhe a primeira carta de foral a ser dada a terras portuguesas, sendo anterior à nacionalidade.

Seguidamente, em 1160, D. Afonso Henriques concedeu-lhe novo foral e, em 1198, D. Sancho I deu-lhe um novo, confirmado por D. Afonso II em 1219 e D. Manuel outorgou-lhe foral novo em 1510.

Em 1277, Ansiães recebeu Carta de Feira de D. Afonso III.

Um marco importante na história do concelho foi a ida do povo de Ansiães para a Batalha de Alcácer-Quibir, juntamente com D. Sebastião, em 1578. Esta batalha trouxe consequências negativas como o declínio demográfico em Ansiães e a perda da independência.

Em 1734, o poder de Ansiães foi transferido para Carrazeda, ficando com a designação de Carrazeda de Ansiães.

De facto, este concelho é assinalado por incontáveis feitos audaciosos que serão para sempre lembrados.