o seu email

*Preencha correctamente.

*Preencha correctamente.

SUCESSO NO ENVIO

A subscrição da newsletter foi efectuada com sucesso. Obrigado!

Fechar esta notificação

ERRO NO ENVIO

Pedimos desculpa, mas não foi possível efectuar a subscrição.

Agradecemos, por favor, que volte a tentar.

Fechar e voltar a tentar
Torne-se Editor do VerPortugal

Personalidades

António José Saraiva LeiriaAntónio José Saraiva LeiriaAntónio José Saraiva LeiriaAntónio José Saraiva Leiria

António José Saraiva

1917-12-31

1993-03-17

António José Saraiva nasceu em Leiria a 31 de Dezembro de 1917 e faleceu em Lisboa a 17 de Março de 1993.
Criado em Leiria até aos 15 anos, foi na Faculdade de letras da Universidade de Lisboa que estudou e onde conheceu Óscar Lopes, co-autor da sua “História da Literatura Portuguesa”.
Envolveu-se na oposição ao Salazarismo, tendo sido apoiante da candidatura do general Norton de Matos. Em 1949, foi preso e impedido de ensinar e, durante os anos seguintes, viveu das suas publicações e da colaboração em jornais e revistas. Chegou a ser militante do Partido Comunista Português, mas saiu em ruptura, depois de uma viagem à URSS.
Exilou-se em França em 1960 e após a Revolução do 25 de Abril, regressou a Portugal e tornou-se professor catedrático em algumas universidades de Lisboa.
António José Saraiva publicou uma vastíssima e importante bibliografia, considerada uma referência nos domínios da História da Literatura e da História da Cultura portuguesas.

António Pedro Vasconcelos LeiriaAntónio Pedro Vasconcelos LeiriaAntónio Pedro Vasconcelos LeiriaAntónio Pedro Vasconcelos Leiria

António Pedro Vasconcelos

1939-03-10

António Pedro Vasconcelos nasceu em Leiria a 10 de Março de 1939.
O cineasta estudou Direito na Universidade de Lisboa e Filmografia na Universidade de Sorbonne, mas nunca chegou a concluir estes cursos.
É um dos realizadores do Cinema Novo Português e foi responsável por alguns dos maiores sucessos comerciais nas salas portuguesas, designadamente, com “O Lugar do Morto” e “Jaime”.
Foi apresentador do programa televisivo Cineclube, fez crítica literária e cinematográfica, tendo chefiado a redacção de “O Cinéfilo”; foi colunista da revista “Visão” e director do suplemento do “Independente”, “A Semana”.
Presidiu à Associação Portuguesa de Realizadores, ao Secretariado Nacional do Audiovisual e ao Conselho de Opinião da RTP. Foi professor da Escola de Cinema do Conservatório Nacional e coordenador executivo da licenciatura em Cinema, Televisão e Cinema Publicitário da Universidade Moderna de Lisboa.
Foi distinguido pela Ordem do Infante D. Henrique.

David Fonseca LeiriaDavid Fonseca LeiriaDavid Fonseca LeiriaDavid Fonseca Leiria

David Fonseca

1973-06-14

David Fonseca nasceu a 14 de Junho de 1973. Natural de Leiria, bacharelou-se em Cinema e chegou a frequentar a Faculdade de Belas-Artes de Lisboa. Iniciou a sua vida profissional como fotógrafo de moda.
A carreira musical de David Fonseca começou com a banda “Silence 4” e o álbum de estreia saiu em 1998, “Silence Becomes It” e, dois anos depois editaram o segundo e último, “Only Pain Is Real”.
David Fonseca avançou para uma carreira a solo e, em 2003, lançou o seu primeiro álbum a solo, “Sing Me Something New”. Seguiram-se os álbuns “Our Hearts Will Beat As One” e "Dreams In Colour".
Em Janeiro de 2008, David Fonseca foi eleito o artista do mês na MTV.
Em Setembro de 2009, David Fonseca é nomeado para "Best Portuguese Act" nos “Europe Music Awards”, galardão que perdeu para o grupo “Xutos & Pontapés”.
Colaborou no projecto “Humanos”, juntamente com Manuela Azevedo dos Clã e Camané, onde cantaram temas inéditos de António Variações.

Francisco Rodrigues Lobo LeiriaFrancisco Rodrigues Lobo LeiriaFrancisco Rodrigues Lobo LeiriaFrancisco Rodrigues Lobo Leiria

Francisco Rodrigues Lobo

1580-01-01

1622-01-01

O poeta Francisco Rodrigues Lobo nasceu em Leiria em 1580 e faleceu em Lisboa em 1622. Formou-se em Direito pela Universidade de Coimbra.
Na escrita do poeta percebe-se uma certa influência da lírica de Luís de Camões, mais precisamente, nos temas do bucolismo e do desencanto. Viveu no período da Dinastia Filipina, o que explica as muitas obras que escreveu na língua castelhana.
Consta que Francisco Rodrigues Lobo tinha boas relações com a nobreza, entre os quais o duque de Bragança, Teodósio II e Duarte de Bragança, senhor de Vila do Conde.
O poeta morreu afogado no rio Tejo durante uma viagem entre Lisboa e Santarém.

José Daniel Rodrigues Costa LeiriaJosé Daniel Rodrigues Costa LeiriaJosé Daniel Rodrigues Costa LeiriaJosé Daniel Rodrigues Costa Leiria

José Daniel Rodrigues Costa

1757-10-31

1832-10-07

José Daniel Rodrigues Costa nasceu em colmeias a 31 de Julho de 1757 e faleceu em Anjos a 7 de Outubro de 1832.
O poeta foi residir com a família para Lisboa quando tinha apenas dois anos de idade. Sob o pseudónimo de Josino Leiriense, que usava nas tertúlias da Arcádia Lusitana, Rodrigues Costa teve uma vida de notoriedade social e intelectual, certificadas em várias obras literárias que publicou, quase sempre sob a forma de folhetos. Uma das mais célebres será “O Balão aos Habitantes da Lua”. Gozando da protecção do Intendente-Geral Pina Manique, empenhado em mater a ordem social e reprimindo os ideais iluministas da Revolução Francesa, Rodrigues Costa foi promovido a major da Legião Nacional do Paço da Rainha. Foi popular a sua competição em várias publicações com Barbosa du Bocage.

  1. 1