Credibom lança 2.ª edição do programa “Start & Pulse” para startups e PME nacionais

As candidaturas à 2.ª edição do “Start & Pulse” já estão a decorrer. O programa promovido pelo Banco Credibom, detido pelo grupo Crédit Agricole Consumer Finance, tem como objetivo distinguir empresas inovadoras que consigam melhorar o modelo de negócio do Credibom através do desenvolvimento de novas soluções tecnológicas.
:
  

O concurso é gratuito e aberto à participação de todas as PME e startups ou microempresas inovadoras, assim como a projetos universitários e de I&DT. Os projetos que forem selecionados para a fase de experimentação terão a possibilidade de desenvolver uma prova de conceito em conjunto com o Credibom que pode vir a ser testada pelos seus clientes e/ou parceiros. O projeto vencedor irá receber um prémio pecuniário no valor de 5.000€ para suportar o desenvolvimento do projeto de experimentação e também a oportunidade de apresentar o seu pitch a outras empresas do grupo.

Com a fase de candidaturas a decorrer até 14 de julho, uma equipa do Banco Credibom e da TICE irá realizar um roadshow nacional já a partir do próximo dia 24 de junho, marcando presença nas cidades de Coimbra, Leiria, Lisboa e Porto. O objetivo é promover o programa junto do ecossistema de inovação português e partilhar as necessidades da empresa, que visam responder aos seguintes desafios: Big Data e Análise de Dados, Inteligência Artificial e Machine Learning; Metodologias de design aplicadas à U|X e agregação de diferentes tecnologias num interface de utilizador único; Automatização dos processos de gestão documental com leitura e extração de informação dos documentos; Transformação digital e automatização dos nossos processos operacionais; Processos digitais de identificação e contratação dos clientes.

Nesta edição do “Start & Pulse”, o Credibom conta com a parceria da TICE.PT – Pólo das Tecnologias de informação, Comunicação e Eletrónica de Aveiro. A TICE.PT tem como objetivo construir uma plataforma de concertação que envolva e mobilize os principais agentes das áreas de tecnologias de informação, comunicação e eletrónica nos processos de inovação, I&DT, entre outros. Esta organização integra 10 associações, sete Instituições de Ensino Superior e Formação Profissional, sete Institutos de I&DI e assistência tecnológica, assim como 60 empresas (incluindo 15 startups ou microempresas).

Mais Lidas