Benoît Sinthon vai cozinhar no Institut Paul Bocuse, em França

O chef francês Benoît Sinthon, do restaurante Il Gallo d’ Oro (2 * Michelin), na Madeira, irá cozinhar no Instituto Paul Bocuse, em Lyon, França, nos dias 18, 19 e 20 de julho, em parceria com Davy Tissot, um dos discípulos da lenda da gastronomia Paul Bocuse.
Henrique Seruca:
  Henrique Seruca

No restaurante “Saisons”, Benoît Sinthon apresentará várias especialidades da gastronomia portuguesa: “Carabineiro/ Royale de funcho / Caviar Imperial; Pombo Eucalyptus/ Batata doce/ Mel de cana com especiarias/ pitanga / Bonbon de alheira crocante e Morango XXL”.

Benoît Sinthon não podia estar mais contente com esta parceria criativa. “É sempre um prazer viajar para mostrar o melhor da nossa gastronomia, ainda para mais num local que honra qualquer cozinheiro, o Instituto Paul Bocuse”, afirmou.    

O chef Davy Tissot foi considerado Meilleur Ouvrier de France (MO) em 2004, uma atribuição francesa que desde 1924 reconhece os melhores artesãos daquele país. Trabalhou em diversos restaurantes com estrelas Michelin, como o Les Terrasses de Lyon do La Villa Florentine ou o célebre La Rotonde, ao lado de Jacques Maximin e Philippe Gauvreau. Desde agosto de 2016 que chefia o restaurante Saisons do Institut Paul Bocuse.  

Sobre o Chef Benoît  Sinthon

A carreira de Benoît Sinthon começou em França, país onde nasceu e ganhou gosto pela cozinha e pelos tachos, junto da avó. Desde cedo que o seu programa preferido era ir às compras ao mercado, escolher os produtos mais frescos e perder-se nos aromas semeados no ar. Nos Alpes, tornou-se bacharel de cozinha na escola profissional de hotelaria local. Adquiriu uma experiência eclética em vários restaurantes, como o Chateau de Rochegude (1 estrela Michelin) ou o La Côte St Jacques (3 estrelas Michelin), ambos membros Relais& Châteaux.

Após uma passagem pelo hotel Reid’s, no Funchal, em 1994, regressa à Madeira em 1998, passando pelo hotel Savoy e pela Casa Velha do Palheiro. Em 2004 assume o cargo de Chef Executivo do The Cliff Bay, membro da Porto Bay Hotels & Resorts. Quatro anos mais tarde, vê reconhecido o seu trabalho no restaurante gourmet do hotel, o Il Gallo D’Oro, recebendo a sua primeira estrela Michelin.

Desde 2010, todos os anos põe de pé a Rota das Estrelas, roteiro que convida restaurantes nacionais com estrela Michelin e chefs internacionais do mesmo calibre. No mesmo ano, Benoît é nomeado Presidente Discípulo Escoffier em Portugal. Em 2015, recebe 3 sóis do Guia Repsol, e dois anos mais tarde, conquista a segunda estrela Michelin.    

Os produtos frescos da ilha da Madeira assumem um papel fundamental na cozinha do chef Benoît Sinthon, combinados com ingredientes de alta qualidade oriundos de várias regiões da Península Ibérica. A proximidade com o Oceano, e a ligação entre a terra e o mar são dois dos factores essenciais na sua cozinha.

Mais Lidas