Santini lança caixas de cortiça a favor da sustentabilidade

A Santini lançou uma nova embalagem em cortiça, para que os seus clientes possam levar o gelado para casa, sem esquecer a responsabilidade com o meio ambiente. A nova caixa pretende reduzir a quantidade de plástico associado às embalagens take away.
:
  

O desenvolvimento da nova caixa demorou cerca de 24 meses para assegurar todas as propriedades dos gelados Santini, a partir do momento em que deixam as lojas.

A escolha da cortiça foi fácil. O material altamente associado à tradição portuguesa tem uma elevada qualidade, é natural, reutilizável e reciclável. A sua extração dos sobreiros não danifica a árvore, nem prejudica o normal desenvolvimento da espécie. Além disso, é uma matéria prima que tem em conta a imagem que a empresa quer passar aos seus clientes. Santini seleciona as frutas para os seus gelados através de rigorosos parâmetros de sustentabilidade e ecologia.

Devido ao seu caráter reutilizável da embalagem, pretende-se que os consumidores habituais do Santini, após a aquisição, voltem a utilizá-la a cada nova visita às lojas, tendo um euro de desconto a partir da segunda compra. Para já, o modelo está disponível apenas no tamanho de um litro. A caixa de cortiça do Santini pode ser adquirida por 25 euros, ou num pack especial que inclui a caixa, colher, saco e tubo cones, por 38,50 euros. Encontra-se disponível em todas as lojas Santini, Cascais, Cascais Baia, Carcavelos, Chiado, Belém, Mercado da Ribeira, S. João do Estoril, LACS, Expo e Porto.

Ainda a pensar no ambiente, a gelataria vai retirar as palhinhas utilizadas nos batidos e sumos e irá ainda substituir ao longo deste verão as atuais colheres e guardanapos por alternativas de referência, produzidas com compostos biodegradáveis e recicláveis.

Mais Lidas